Aquariofilia --- Mundo dos Aquários
Seja Bem Vindo
Ao fórum Mundo dos Aquários

Para poder aceder livremente à nossa comunidade, terá que efectuar Login.


Se ainda não é membro registe-se agora.

Últimos assuntos
» Lago Plantado do Daniel Ribeiro (fotos e vídeos)
por Daniel Ribeiro Seg Dez 28, 2015 10:12 am

» (ATENÇÃO)Recrutamento de Admin e Mod.
por LuisBarroso Sab Dez 19, 2015 3:23 am

» Minha Apresentação
por Maria Fernanda Qui Dez 17, 2015 8:06 pm

» SÁBADO DIA 19 PORTAS ABERTAS EHEIM COM DESCONTOS ATÉ 50%
por paulo vieira Ter Dez 15, 2015 11:15 pm

» Aquário de Polypterus
por MarcosRafael Seg Dez 07, 2015 8:56 pm

» LINHA DE AQUÁRIOS COM MÓVEL PAULO VIEIRA AQUARIOS
por paulo vieira Qua Out 21, 2015 9:32 pm

» Aquário novo - AJUDA - Pontos brancos no vidro e larvas
por Manuel Rodrigues Seg Out 05, 2015 11:23 pm

» Mudar Layout
por Manuel Rodrigues Qua Set 23, 2015 1:21 pm

» CO2 Líguido, alguem ja usou?
por Bruno Gomes Qua Set 02, 2015 4:41 pm

» Sanguessugas
por Bruno Gomes Seg Ago 31, 2015 4:42 pm

Contribuição

Parecerias







Vida de Aquarista
Procurar

    Mundo dos Aquarios

    Pesquisa questões já colocadas por outros membros, poderás obter respostas mais rapidamente

    Resultados por:


Votação

Como tiveram conhecimento deste fórum?

33% 33% [ 17 ]
8% 8% [ 4 ]
22% 22% [ 11 ]
8% 8% [ 4 ]
14% 14% [ 7 ]
8% 8% [ 4 ]
8% 8% [ 4 ]

Total dos votos : 51


Reprodução de Bettas com características especiais e outros

Ir em baixo

Reprodução de Bettas com características especiais e outros

Mensagem por Manuel Rodrigues em Qua Dez 07, 2011 12:33 am

Este texto suge como resposta a algumas questões relacionadas com a genética dos Bettas, e obtenção de linhagens com características particulares (variedades) mais difíceis de encontrar entre nós. O Exemplo que dou refere-se à variedade Crowntail dos bettas:


A característica "crowntail" é determinada por um gene recessivo, apenas se expressa quando os dois cromossomas parentais (um materno e um paterno) possuem esse gene. O gene dominante é "normal" e para se expressar basta estar presente em apenas um dos cromossomas.

Como adquiriste um crowntail, ele é homozigótico - possui o gene em cada um dos seus 2 cromossomas.

Partindo daqui daqui tens 3 hipóteses:

1) Cruzas o macho com uma fêmea que também é crowntail.
Neste caso, como tanto o pai como a mãe apenas têm o gene que codifica a característica crowntail, toda a descendência será homozigótica para a característica, ou seja, serão todos crowntail.


2) Cruzas o macho um uma fêmea heterozigótica - que possui apenas uma cópia do gene "crowntail" num dos seus cromossomas (ou o materno ou o paterno).
Nestas fêmeas, a não ser que conheças a sua ascendência, nunca poderas saber se ela é heterozigótica ou não. Contudo se ela fôr, é o caso em que (estatisticamente falando - devido às propriedades da meiose) 50% da descendência será heterozigótica (tal como a mãe, mas neste caso vão herdar sempre o gene "crowntail" do pai e o "normal" da mãe) e os restantes 50% serão crowntails (herdaram o gene "crowntail" de ambos os progenitores)


3) Cruzas o macho com um fêmea homozgótica normal.
Nesta situação, como a fêmea não tem o gene "crowntail", toda a descendência será heterozigótica. Este será o caso mais provável que te poderá ocorrer, no caso de não encontrares um fêmea crowntail. Obtendo esta 1ª geração adulta, podes enveredar por duas vias:

3.a) Cruzas a descendência entre si. Vais obter apenas 25% de crowntails, 50% de heterozigóticos, e 25% de homozigóticos "normais".

3.b) Cruzas uma das descendentes com o pai. Obténs 50% de crowntails e 50% de heterozigóticos.


Na minha opinião, 3.a é a melhor alternativa para evitar problemas de consanguinidade a curto e médio prazo, mas também é a que obtém menor "rendimento" de crowntails.
Convém de vez em quando, se possível, introduzir genes novos na descendência, através do cruzamento seleccionado com um macho crowntail de outra proveniência.


Resta-me dizer que este texto também se pode aplicar a outras características com transmissão mendeliana, como é o caso da coloração dos peixes, os "double tail", etc...


Espero que o texto não seja demasiado maçudo, tentei sintetizar ao máximo as ideias base, apoiando-me num exemplo concreto. Se julgarem necessário, tento ainda introduzir algumas imagens para terem ideia de como isto se processa em teoria.

Boas Criações!
avatar
Manuel Rodrigues
Administrador Fundador

Mensagens : 924
Data de inscrição : 05/12/2011
Idade : 28
Localização : Viana do Castelo

http://mundodosaquarios.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum